Atletiba » Técnicos e Árbitros

Técnicos que mais dirigiram o Coritiba nos Atletibas

Técnico Partidas Vit Emp Derr Rendim Períodos
Félix Magno 25 12 04 09 53% 1949 a 1966 (*)
Dirceu Krüger 16 04 09 03 44% 1982 a 1992 (*)
Diede Lameiro 15 04 09 02 47% 1975, 1976 e 1977
Joaquim Loureiro 13 05 02 06 44% 1945 a 1949 (*)
Ênio Andrade 10 03 03 04 40% 1979 e 1985
Tim 10 06 04 00 73% 1971, 1973 e 1979
Carpegiani 10 04 03 03 50% 1990, 1995 e 2016
Marcelo Oliveira 08 03 04 01 54% 2011 e 2012
Borba Filho 08 03 01 04 42% 1983, 1987 e 1992
Antônio Corteze 08 02 02 04 33% 1939 a 1944
Observações:
  • Destaque para Tim (Elba de Pádua Lima), que tem o melhor rendimento entre os técnicos acima. E embora não conste da lista, vale lembrar também Eugênio Vani, que dirigiu o Coritiba em cinco partidas e obteve cinco vitórias (entre 1952 e 1953).
  • Felix Magno, Dirceu Krüger e Joaquim Loureiro dirigiram o Coritiba em anos alternados.
  • No início do século XX, os times eram dirigidos pelo capitão da equipe, que a comandava e liderava de dentro do campo. Aproximadamente em 1930, aparece o treinador, com função apenas de dirigir os treinos, pois as decisões sobre escalação cabiam ao diretor de futebol. E somente na década de 40 é que surge a figura do técnico como conhecemos hoje.

Árbitros que mais dirigiram o clássico

Nome Período Jogos Vit CFC Emp Der CFC
Afonso Vítor de Oliveira 1974 a 1995 22 06 07 09
Ataíde Santos 1930 a 1957 19 11 02 06
Bráulio Zanotto 1975 a 1989 12 05 05 02
Ivo Tadeu Scátola 1982 a 1996 12 05 03 04
Heber Roberto Lopes 2001 a ... 11 05 04 02
Moacir Gonçalves 1937 a 1944 10 03 02 05
José Barbosa de Lima Neto 1951 a 1962 10 07 01 02
Eraldo Palmerini 1970 a 1982 10 03 04 03
Kalil Karam Filho 1957 a 1970 08 01 02 05
Rubens Maranho 1969 a 1977 08 04 03 01
Evandro Rogério Roman 1998 a 2012 08 04 02 02
Observações:
  • O pior retrospecto do Coritiba com relação à arbitragem é nas partidas dirigidas por Kalil Karam Filho que, curiosamente, era sócio e torcedor do alviverde. Por sua honestidade, sempre foi preferido pelo Atlético para apitar os Atletibas.
  • O árbitro Moacir Gonçalves também foi atleta e técnico do Coritiba no início da década de 30.