Jogos Internacionais » Excursão 1969

Primeira Excursão - 1969

EMBARQUE - Graças ao apoio do jornalista Orlando Duarte, amigo do presidente Evangelino da Costa Neves, o empresário Jules Durainciê organiza a primeira excursão de um clube paranaense à Europa. Na delegação, o presidente Evangelino da Costa Neves é acompanhado pelos diretores José Maciel de Miranda e Munir Calluf, do presidente da FPF, José Milani, dos jornalistas Vinícius Coelho e Ney Costa, do médico Luiz Roberto Vialle, do massagista Antônio Lubian, do técnico Francisco Sarno, além do elenco de atletas. O avião decola as 09h30 do dia 27/07, do aeroporto Afonso Pena, e segue para o Rio de Janeiro, depois Lisboa, Paris, e finalmente Frankfurt.

30/07/69 - Coritiba 1 x 1 Hamburgo

· Local : Hamburgo (Alemanha)

· Gol do Coritiba: Krüger

· Detalhes:

- Primeira partida realizada por um clube paranaense, em solo europeu.

- O Hamburgo é um dos melhores times da Alemanha, e possui diversos jogadores da seleção vice-campeã mundial de 1966, na Inglaterra

- Coritiba entra em campo com Joel; Modesto, Roderley, Nico e Nilo; Lucas e Paulo Vecchio; Passarinho, Krüger, Kosileck e Rinaldo

- O gol do Coritiba: O ponta Passarinho dribla seu marcador três vezes seguidas e sofre a falta. Ele mesmo cobra, na cabeça de Krüger, que manda para o fundo das redes.

- LANCE DO JOGO: Ainda no primeiro tempo, Nico dá um carrinho na bola, dentro da área. O atleta alemão Stein tropeça nas pernas de nosso zagueiro e cai. O juiz, que prejudicou diversas vezes nosso time nessa partida, dá pênalti. Uwe Seller, que nunca perdeu a cobrança de uma penalidade em sua vida, cobra. Joel Mendes voa para o canto, toca com a ponta dos dedos na bola, que bate na trave e sai. A platéia levanta e aplaude a magnífica defesa de nosso arqueiro.

06/08/1969 - Coritiba 2 x 1 Colônia

· Local: Colônia (Alemanha)

· Gols do Coritiba: Paulo Vecchio e Kosileck

· Detalhes:

- Colônia tem vários atletas da seleção alemã (Overath, entre eles)

- Coritiba inicia o jogo perdendo. No intervalo, as mudanças efetuadas pelo treinador Francisco Sarno fazem o time "voar" em campo, possibilitando a virada no placar.

- LANCE DO JOGO: O atacante alemão Ruff chuta do meio da área, Joel Mendes espalma. A bola cai no pé do próprio atacante, que chuta forte, à queima-roupa. Novamente Joel defende. A bola sai e o juiz da partida vem cumprimentar nosso goleiro.

- Gol da vitória: Kosileck recebe um lançamento, dribla o goleiro, e entra com bola e tudo.

- Nos últimos três minutos de partida, só o Coritiba toca na bola, o que gera o famoso "Olé" vindo da torcida adversária.

- Após a partida, o craque alemão Overath declara: "Nunca em minha vida vi um goleiro como esse ", referindo-se à Joel Mendes.

08/08/1969 - Coritiba 0 x 1 Borússia Dortmund

· Local : Dortmund (Alemanha)

· Detalhes:

- Borússia conta com dois atletas da seleção alemã

- Juiz rouba escandalosamente: gol alemão é de pênalti, marcado por um toque de ombro do zagueiro Nico. O juiz também inverte diversas faltas e, no final da partida, não assinala duas penalidades a favor do clube paranaense (em Krüger e Oldack). Nosso diretor de futebol, Munir Calluf, vai até o vestiário do árbitro para tirar satisfações, e mais tarde é suspenso pela FIFA.

- Joel Mendes, novamente, faz defesas espetaculares.

- Além dos 35 mil torcedores pagantes, a partida foi televisionada para toda a Alemanha.

12/08/1969 - Coritiba 1 x 5 Áustria Viena

· Local : Viena (Áustria)

· Gol do Coritiba: Kosileck

· Detalhes:

- O Áustria é o tricampeão nacional

- O Coritiba, muito cansado pelas seguidas viagens, não consegue apresentar o mesmo futebol das partidas anteriores.

- O primeiro tempo acaba 3x0 para o time local.

15/08/1969 - Coritiba 1 x 0 Saint Etienne

· Local: Vichy (França)

· Gol do Coritiba: Oromar

· Detalhes:

- Saint-Etienne é o atual tricampeão francês, líder do campeonato de 1969, e possui sete atletas na seleção nacional.

- Dia 15/08 é o Dia da República de Vichy, pois marca a data da resistência francesa na 2ª Guerra. Cada ano, um grande clube participa da festividade e em 1969 o convidado foi o Coritiba.

- Está em disputa a taça "Pierre Colon", em homenagem ao aniversário da cidade de Vichy. Esta taça, belíssima, atualmente faz parte do acervo de troféus do clube e é o primeiro troféu internacional recebido por um clube paranaense.

- O estádio fica completamente lotado (20 mil pagantes)

- Gol do Coritiba: Faltando três minutos para acabar a partida, Oromar dribla um defensor e chuta violentamente, da entrada da área, no ângulo do goleiro da seleção francesa.

17/08/1969 - Coritiba 2 x 2 Red Star

· Local : Paris (França)

· Gols do Coritiba: Krüger e Passarinho

· Detalhes:

- No campeonato francês de 1969, o Red Star é o terceiro colocado.

- Coritiba começa perdendo, por 2x0, mas após as modificações efetuadas no intervalo consegue igualar o placar. Os gols coritibanos, aliás, são marcados com apenas dois minutos de intervalo, entre um e outro.

- No final do jogo, Nico salva espetacularmente, debaixo das traves, um chute violento do avante francês.

20/08/1969 - Coritiba 2 x 5 Levski

· Local : Sofia (Bulgária)

· Gols do Coritiba: Rossi e Kosileck

· Detalhes:

- A equipe do Levski, campeã da Bulgária, é base da seleção nacional.

- Em 1968, o Coritiba derrotou a Seleção búlgara. Devido a essa derrota, o time local disputa a partida buscando uma revanche.

- A programação da excursão, inicialmente, previa que essa partida seria disputada contra a seleção Olímpica da Bulgária.

- O árbitro prejudicou o Coritiba. Para se ter uma idéia, a partir de certo momento do jogo, até a torcida local passou a vaiar o juiz, pela quantidade de erros.

23/08/1969 - Coritiba 0 x 0 Bordeaux

· Local : Bordeaux (França)

· Detalhes:

- O Bordeaux é um dos mais conceituados e fortes clubes da França.

- O estádio utilizado para o jogo é belíssimo

- Jogo muito disputado e equilibrado, com lances de perigo para ambas as equipes

- Joel Mendes novamente faz defesas milagrosas

- LANCE DO JOGO: Nilo é atingido por um pontapé, e revida com um soco no rosto do atleta francês. Tumulto generalizado, com diversos dirigentes entrando em campo. O técnico do Bordeaux, inclusive, tenta agredir o atleta Paulo Vecchio.

26/08/1969 - Coritiba 1 x 1 Feyenoord

· Local: Roterdã (Holanda)

· Gol do Coritiba: Kosileck

· Detalhes:

- Feyenoord é bicampeão holandês. Logo em seguida se tornará campeão Europeu, e em 1970 será Campeão Mundial.

- Estádio lotado, 60 mil pessoas presenciam a melhor partida do Coritiba, na excursão

- O jogo é disputado em baixa temperatura, com muita chuva e o campo alagado.

28/08/1969 - Coritiba 2 x 5 Anderlecht

· Local : Bruxelas (Bélgica)

· Gols do Coritiba: Kosileck e Krüger

· Detalhes:

- O adversário é o atual campeão belga.

- O Time paranaense mostra-se visivelmente cansado, pois disputa seu terceiro jogo em questão de quatro dias apenas. Sua defesa mostra-se muito desatenta (o goleiro Joel Mendes falha em dois gols e o zagueiro Roderley em mais um)

01/09/1969 - Coritiba 1 x 2 Múrcia

· Local : Múrcia (Espanha)

· Gol do Coritiba: Kosileck

· Detalhes:

- Coritiba participa do III Torneio Cidade de Murcia, com Valência e Múrcia

- Time paranaense perde a partida, embora domine grande parte do tempo.

02/09/1969 - Coritiba 5 x 2 Valência

· Local : Múrcia (Espanha)

· Gols do Coritiba: Édson, Kosileck (2) e Passarinho (2)

· Detalhes:

- Valência é um dos clubes mais conceituados da Espanha.

- Dias antes, a equipe do São Paulo havia sido goleada pelo Valência, por 4x0.

- Jogando muitíssimo bem, com destaque para o ponteiro Édson, o Coritiba vence a partida e recebe uma Taça em forma de jarra.

O RETORNO - Dois dias após a última partida, o time retorna à Curitiba em um Boing 707 da Varig. O pouso em Curitiba acontece as 14h43 e Paulo Vecchio é o primeiro atleta a aparecer. A torcida recebe os jogadores de forma apoteótica e calorosa, enquanto a banda do Corpo de Bombeiros entoa diversas melodias. Após grande demora para liberação na alfândega, os jogadores seguem em carreata para o estádio, sendo muito festejados pela população curitibana. No dia sete de setembro o clube paranaense estréia no Torneio Roberto Gomes Pedrosa, vencendo o Vasco da Gama por 2x1.

CURIOSIDADES DESSA PRIMEIRA EXCURSÃO:

· Inicialmente estavam previstas 11 partidas, mas foram realizadas 12 no total.

· A rádio clube (PRB-2) acompanhou o clube, efetuando as transmissões com a narração de Ney Costa e comentários de Vinícius Coelho.

· O time-base do Coritiba na excursão foi : Joel Mendes, Modesto, Roderley, Nico e Nilo; Paulo Vecchio e Rinaldo (Lucas); Passarinho, Krüger, Kosileck e Edson

· Além destes, também participaram Célio, Marinho, Rossi, Oldack, Oromar e Antoninho.

· O Artilheiro da excursão foi Kosileck, com oito gols

· Tônica da maioria das partidas: O Coritiba começa tímido e é acuado por constantes avanços adversários. No segundo tempo, após algumas modificações, melhora seu rendimento. Só pra ilustrar, o time fez 4 gols no 1º tempo e 14 gols no 2º tempo.

· As partidas na Alemanha foram iniciadas às 16h, na Áustria as 13h50, na França entre 13h e 14h, 15h30 na Bélgica e entre 17h e 18h na Espanha. Os horários citados são de Brasília (para a Europa, adicionar 4 horas)

· O cansaço causado por diversas viagens e muitos jogos em curto espaço de tempo (12 partidas em 35 dias), pouca adaptação à alimentação européia, constante mudança de temperatura (causando resfriados) e principalmente arbitragens tendenciosas para o time da casa (Hamburgo, Borússia, Saint Etienne, Levski e Múrcia) foram os maiores empecilhos à odisséia alvi-verde, que mesmo com todos esses elementos contra si, teve uma belíssima presença em gramados europeus.

· Os maiores destaques do Coritiba na excursão foram Joel Mendes, Nico, Krüger e Édson.

· Durante a excursão, o Coritiba foi goleado duas vezes pelo placar de 5x2 (Levski e Anderlecht) e por isso a torcida coritibana sofreu muita gozação, por parte dos torcedores dos demais clubes da cidade. O último jogo da excursão também terminou 5x2, mas favorecendo o alvi-verde. Na volta, a piada da semana foi "Voltamos de Simca a dois" (um trocadilho com o nome de um carro famoso da época, o Simca).

Agradecimento especial ao jornalista Vinícius Coelho, que contribuiu com sugestões e correções